colchão macio colchão macio

Colchão macio ou duro: quando escolher cada um?

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Escolher um produto que proporcione conforto e segurança para dormir é essencial para garantir noites de sono reparador e despertar com energia e disposição. Para tanto, é preciso saber optar entre um colchão macio ou firme, considerando as necessidades individuais.

Há várias opções no mercado, o que muitas vezes dificulta a tarefa de decisão. Dessa forma, é importante reunir informações para saber quais aspectos devem ser observados. Um dos fatores mais importantes é o nível de conforto do colchão.

Neste artigo vamos explicar os aspectos que impactam no conforto de um colchão macio ou duro, para ajudar na escolha do produto ideal. Continue lendo para saber mais!

A importância de avaliar o nível de conforto do colchão

Avaliar o nível de conforto é essencial para escolher um colchão adequado ao biótipo e necessidades individuais. Para tanto, é preciso observar as características do produto considerando a posição adotada para dormir e eventuais problemas de coluna e articulações que a pessoa possa apresentar.

Para as que se mexem muito enquanto dormem, pode ser necessário um colchão mais firme — quando se tratar de casal é interessante optar por produtos com molas ensacadas para o equilíbrio das diferenças físicas.

Nesse sentido, o nível de conforto deve atender aos principais requisitos, como:

  • permitir o alinhamento da coluna vertebral;
  • promover uma boa circulação sanguínea, evitando formigamentos;
  • sustentar o peso do corpo de forma adequada, sem provocar pressões nas articulações.

O conforto em colchões de espuma

Em colchões de espuma, a densidade é o aspecto que define a sua maciez ou firmeza. Ela especifica a quantidade de peso que a espuma aplicada aguenta, sem danificar ou deformar.

Essa medida se refere ao total de matéria-prima utilizada por metro cúbico, estabelecido pelas normas da ABNT e do Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro).

Nesse sentido, um colchão com densidade 28 (D28), deve conter 28 quilos de espuma para cada metro cúbico. Dessa forma, quanto maior a densidade, mais peso será suportado.

Colchão macio

É possível que um colchão macio ofereça mais conforto, suavidade e leveza. Entretanto, quando ele é muito mole, pode desalinhar a coluna e provocar graves lesões, como osteofitose (bico de papagaio) ou hérnias de disco, gerando dores intensas e formigamentos.

Colchão duro

Há algum tempo acreditava-se que um colchão bem duro era o melhor para a saúde da coluna. Com a evolução nos estudos de fisiologia sabe-se que o colchão muito firme exerce grande pressão sobre os músculos e articulações.

Ele pode impedir o relaxamento e gerar tensão muscular, causando incômodos e provocando interrupções no sono. Além disso, esse tipo de colchão pode afetar a circulação do sangue, causando cãibras e formigamentos, bem como lesões nos ombros e quadris.

As características de um colchão ideal

O colchão ideal deve oferecer qualidade nos materiais utilizados em sua produção, a fim de proporcionar conforto, segurança contra alergias e garantia contra deformações por um longo tempo.

Powered by Rock Convert

Do ponto de vista ortopédico, o colchão ideal não deve ser muito mole ou duro demais. Ele precisa ser flexível, para garantir conforto às articulações e, ao mesmo tempo, firme, para proporcionar o alinhamento da coluna e sustentação do corpo, sem causar pressões nas articulações ou interferir na circulação sanguínea.

Para atender a esses aspectos, existem produtos com altas tecnologias capazes de garantir uma postura correta da coluna e o relaxamento do corpo, contribuindo para uma boa noite de sono, evitando problemas de saúde e melhorando o bem-estar durante o dia.

Tecnologias aplicadas ao colchão

Uma das tecnologias que está revolucionando o mercado de colchões é a densidade progressiva. Os produtos que oferecem essa inovação, proporcionam um bom suporte à coluna, com mais conforto para as articulações e ajuste automático ao peso do corpo.

Nesse sentido, os colchões Kenko Patto oferecem qualidade e tecnologia em várias opções de modelos para atender às diferentes necessidades individuais. Além disso, a marca conta com uma equipe técnica capacitada para orientar a escolha do produto que melhor se adapta ao biótipo do cliente.

Como escolher um colchão

A difícil tarefa de escolher um colchão entre os tipos disponíveis, pode ser facilitada se observamos alguns aspectos essenciais, como o atendimento às necessidades específicas de saúde e biótipo.

Além de proporcionar uma melhor qualidade de sono, esse cuidado pode evitar problemas com compras inadequadas. Veja, a seguir, quais aspectos devem ser considerados.

Verifique a densidade do colchão

Conforme já comentamos, a escolha de colchão de espuma deve considerar a densidade do material, já que esse aspecto é o que define a maciez e firmeza do produto.

Dessa forma, antes de optar por um produto, é importante consultar a tabela oficial de biótipo do Instituto Nacional de Estudos do Repouso (INER). Ela foi desenvolvida por técnicos e médicos para indicar o colchão de espuma adequado para cada tipo de indivíduo, com base na relação peso e altura.

Esse Instituto também emite um certificado de qualidade — o Pró-Espuma — que é um selo de confirmação da densidade indicada. Ele pode ser verificado ao lado da etiqueta do fabricante.

Observe o alinhamento da coluna

Para evitar dores nas costas, o colchão deve manter a coluna alinhada, de maneira confortável, se moldando à curvatura do corpo.

Considere a posição adotada para dormir

A forma como dormimos também define o produto mais adequado:

  • de barriga para cima — colchão firme;
  • de bruços — não deve ser muito firme, nem muito macio;
  • de lado — menos rígido, para não lesionar as articulações.

Experimente o colchão antes de comprar

É importante experimentar o colchão na loja, deitando-se por algum tempo, na mesma posição em que costuma dormir. Além disso, antes de ir à loja, pense nas dúvidas que gostaria de esclarecer e pergunte a respeito — muitas lojas oferecem também consultoria para ajudar na escolha.

Como vimos, para saber quando escolher um colchão macio ou duro é fundamental considerar vários aspectos que dizem respeito, principalmente, ao atendimento às necessidades individuais. Para tanto, devem ser observados o biótipo e a posição adotada ao dormir, entre outros fatores que comentamos.

As informações deste artigo foram úteis para ajudar na escolha do colchão macio ou duro? Para saber mais, visite o nosso site e conheça todas as opções que oferecemos!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário